Encontre-me (se)

| foto: pixabay


Tento me encontrar no mundo,
Em um mundo que dá voltas e me deixa tonto
Tento encontrar um novo lar
E, no entorno, construir algo que preencha meus vazios

Rodo por esse mundo com uma mochila de sonhos nas costas
Sem respostas, munido de dúvidas
Sem conhecer ou entender o que poderá ser o amanhã,
Vivo o hoje, o agora, sem espaço para a dor ou medo

Tento me encontrar no mundo
Vago por respostas que agora são vagas
Sem pressa, mas ciente de que o tempo pode acabar a qualquer momento
E, por isso, é melhor seguir em frente, sem mágoas e tentar outras vezes

Eu sei, muitas vezes somos julgados por irmos atrás da nossa própria felicidade,
Pelas consequências dos nossos erros
E pelas pessoas que machucamos, enquanto tentamos acertar
Mas todo mundo que tenta se encontrar em um mundo disperso
Fatalmente, irá correr esses riscos.

Eu estou pronto
Tento me encontrar no mundo
Velejo em um barco a velas
À espera de uma ilha para atracar,
Para viver o sonho e tudo que acredito merecer

E não é pouco, nem muito
Mas o suficiente para ser do tamanho da paz.




MAIS DE ÓTICA COTIDIANA