Postagens

Últimas Atualizações

Eco

Mar negro - Parte IV

Terno instante

Historietas de Carnaval: Léia - Parte II

Historietas de Carnaval: Léia - Parte I

Armadilhas do tempo

0h - O ano novo vem aí

Desculpa, meu primeiro amor

MAIS LIDOS

   Desculpa, meu primeiro amor
O pedido de desculpas que emerge diante da sensação de superação de um grande amor
   Coleção de 'Matches'
Em meio aos likes e dislikes dos aplicativos, a solidão nos encontros a dois
   Consumidores de afeto: 'se vou enjoar, para quê conhecer?'
Numa era em que tudo é monetizado e tratado como produto, o afeto e as relações humanas não escapam a regra
   Léia: uma história do cotidiano
Conheça a diarista Léia que tem sua vida inteira repensada após uma experiência no Carnaval
   Armadilhas do tempo 
O tempo só é incômodo porque à medida que avança a vitalidade começa a ruir

DO COTIDIANO...

...para o ser humano, ainda que viva no conforto e de forma cômoda, a sensação de que o tempo se vai e não retorna é o seu algoz. Porque ele evapora, não retorna e deixa marcas no corpo...

(Por quanto tempo apenas existi? - Leia mais)

lente magrela

Lente Magrela

NAS REDES sociais