Uma notificação


| foto: pixabay

Acordei e notei que você agora era só uma notificação. Respirei aliviado, era a concretização do fim da relação efêmera que por um momento acreditávamos que poderia não ser. Nossa relação foi-se rápido, sem sequer deixar bater à porta. Levou tudo que era dois e quase estremeceu o que é um. A saída fora violenta e drástica. Porém, foi a melhor saída para nós dois.

O que poderíamos fazer com o que estávamos construindo? O que poderíamos fazer com o que estávamos destruindo? A saída. A rápida saída. O adeus seco, duro, petrificado. A distância e o tempo foram os verdadeiros salvadores da sanidade.

Enfim, adormeci. Dormi o sono profundo dos deuses feridos em batalhas de guerra e tive acesso ao relaxamento que antes não tivera. Por fim, acordei. A serenidade estava de volta e vitalidade também. Eu acordei e notei que você agora é só uma notificação.

  

MAIS DE ÓTICA COTIDIANA