Olhos famintos








Meus olhos inquietos devoram o seu rosto. Seu rosto é harmonia e desarmonia dentro de mim. Devoro cada linha do seu rosto e continuo faminto. Quero mais, um tantão mais. Vou adiante com os meus olhos. Eles param próximo aos seus. Sinto sua respiração e a vontade é a de me aproximar ainda mais, mas eu retorno.
Ainda não é a hora, mas um dia será?


Hoje é dia do Ótica Cotidiana soprar as velinhas. Este é o segundo ano do blog reformulado, que venham muitos outros.


MAIS DE ÓTICA COTIDIANA