Lembrança





Esses dias foram realmente nostálgicos. Uma lembrança inesperada e saudosa de um tempo e de uma vida não necessariamente real. Lembrei-me de você. Por alguns minutos deitei um pouco e fiquei olhando para o teto. Mesmo depois de absolutamente tudo, lembrei-me do que senti por você. Ainda que estivesse achado e tivesse a certeza de que todos os sentimentos se evacuaram, como quem pedia socorro, e que você não representa mais nada em minha vida, ainda sim, lembrei.
Num surto de nostalgia e romantismo pensei nas possibilidades, nas coisas que poderíamos fazer. Estranhamente senti um carinho por você. Não que tudo estivesse recomeçando, mas senti uma leve vontade de te conhecer melhor. Talvez para sentir o seu abraço, receber um sorriso e ouvir o timbre da sua voz mais próximo a mim. Mas nada tão forte, nada tão nas nuvens. Depois de muito ter voado, seria entediante começar a caminhar pela mesma estrada, seguindo o mesmo destino e sozinho.
Realmente tentei entender o porquê desta lembrança repentina, como se fosse possível descobrir a resposta. Mas me senti bem. Não senti tremores e aversão, apenas me senti nostálgico. Talvez tenha aprendido a ser indiferente. Talvez você só seja uma lembrança de um passado longínquo. A sua imagem, embora apagada, está visível para mim, contudo, ao ver você não sinto absolutamente nada. E qualquer movimento que faça, qualquer tempo que nos separe, apagará de vez essa tênue lembrança.
Tudo bem, tudo bem. Nunca estive tão bem. Foi apenas uma lembrança, como acordar durante a noite para pensar um pouco no último sonho. Talvez sem uma semântica clara, talvez por ver o céu nublado frente aos sentimentos. Enfim, lembrei e descobri que àquele sentimento que achei existir, se perdeu no meio de idas e vindas a ponto de torna-se uma poeira levada pelo vento, perdido no mundo e fora de mim. 



Comentários

  1. REPOSTADO
    3 de maio de 2010 21:34

    muito bom, veni.
    vc reclama q eu nunca gosto de suas coisas, mas não é verdade.
    gosto muito de ti, seu feio.
    take care.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bem-vindo a Ótica Cotidiana!
Obrigado pela visita e leitura do texto.


Participe deixando a sua opinião, comentário ou questionamento sobre o texto.

NOTAS :

- Não serão tolerados qualquer mensagem contendo conteúdo ofensivo ou de spam.
- Os comentários são de plena responsabilidade dos seus autores, ainda que moderados pela administração do site.
- Os comentários não representam a opinião do autor ou do site.

MAIS DE ÓTICA COTIDIANA