Anônimos






O pior de todos os algozes,
É aquele que simula sentimento.
Porque no processo de envolvimento
Prometem em silêncio,
A infinidade que todos querem sentir.
E assim encontram as suas vítimas
E elas se entregam,
Até não aguentarem mais a frustração.
Elas partem em anonimato,
Enquanto o algoz faz a próxima vítima
Porque sempre haverá alguém
Para ele encher os olhos e depois abandonar 




  
  





MAIS DE ÓTICA COTIDIANA