Remendos




Eu era alguém resistente ao descarte
Porque sempre imaginei
Que tudo pode ser reaproveitado ou voltar a ser como antes

Assim prolonguei fins, porque imaginei que era só mais uma etapa
Passos para evolução, estaria eu enganado o tempo inteiro?
Já não tenho certeza se consertar as coisas é o melhor caminho

Ainda que exista uma voz que diga que tudo ficará bem
Que esse é o melhor caminho com quem a gente ama
Eu sou um alguém que sente e resiste ao descarte

Amar é para poucos, porque dá trabalho, porque machuca às vezes
Mas também é a cura para a dor
Da perda de tudo que um dia pareceu eterno e infinito

A sensação de felicidade substitui a dor?
A dor devora a sensação de felicidade e paz?
Queria eu ter as respostas, ao menos algumas

Enquanto isso, impacientemente conserto as coisas em que acredito
Porque àqueles momentos de infinidade e paz
Parecem maiores do que qualquer cansaço

Se eu precisar descartar,
Que não tenha sido por falta de tentativas de conserto
Mas o verdadeiro desejo é sempre de não sair ainda mais ferido






MAIS DE ÓTICA COTIDIANA