Suavidade bruta





Bruto, cru e amorfo, precisamos lapidar?
Arde, perdura e domina, precisamos limitar?
Desejo, espontaneidade e infinidade, precisamos nos realizar?
O que fazer com esse tal sentimento por você?
O que fazer com isso que chamo de você?

Longo, intenso e apaziguador, devemos continuar?
Plural, singular e provocador, devemos fortalecer o singular?
O que fazer com o que não deixo partir? Deixar partir?
Não deixo partir, ou isso que chamo de você sou eu?
Esse tal amor é singular e impulsiona, impressiona?

Agudo, cru e mudo, mas continuamos falantes?
Bruto, suave e apaziguador, mas temos medo da suavidade bruta? 



 





MAIS DE ÓTICA COTIDIANA