Esperar: o quê esperar?







O quê esperar?
A espera é expectativa ou a expectativa é o veneno da espera?
O que há atrás da paciência disfarçada
Na esperança embutida no sonho?

Esperar
O que fazer com a ansiedade?
Com o impulso por futuro que sempre invade o ser?
O que fazer com os olhos vivos, prontos para ver o sonho realizar?

O quê esperar?
Embebeda-se de um veneno, ou o veneno é inerente à espera?
O que fazer com as expectativas,
Com o sonho, com o plano de futuro?

Esperar
Por que tão silenciosa e agressiva?
Por que tão imprevista e volátil? O que é esse sonho itinerante?
Como esperar algo que não se sabe o quê, como e quando chegará?

O quê esperar?
Como fazer de conta que se está feliz esperando?
Como disfarçar a ansiedade pelo sonho a ser materializado?
Como limitar expectativas? Como não tornar-se escravo do sonho?

Esperar
Aprendizado ou castigo?
Mas o quê esperar,
Senão o sonho ou futuro que pode nem materializar? 










MAIS DE ÓTICA COTIDIANA