O valor das coisas





Vamos vivendo, descobrindo coisas e dando o merecido valor a elas. Não importa o que aconteça, querendo ou não, a expectativa e a aflição sempre acabam no momento certo. O tempo sempre irá ajudar e atrapalhar no momento certo. A ânsia por respostas e ajudas só irão cessar quando você descobrir que quem direciona grande parte das coisas é você.

Não é nada fácil deixar algo considerado importante da noite para o dia, mas nada precisa ser fácil demais. O problema que vejo nisso tudo é continuar na zona de conflito por muito tempo. Já que o tempo se perde e as pequenas coisas, que são grandes oportunidades, também. O valor que você der as coisas será sempre o valor que você está dando a você mesmo. Um dia você carrega tudo nas costas, no outro você percebe que não precisa fazer isso. 


O cenário externo pode não parecer fácil, sempre com testes. Alguém sempre estará pronto para te testar ou a vida se encarregará de fazer isso no momento que você estiver mais seguro de si e das coisas que sente. É justamente, aí que somos capazes de perceber também o valor dado a alguma coisa. Eu não gosto muito dessa ideia de testes, já que os testes são sempre passiveis a erros. Mas ainda sim, eles ainda estão por aqui e teremos que lidar com eles em algum momento ou por algum tempo.

O grande problema das situações está justamente quando você consegue achar uma classificação desconfortável. Por exemplo, a ilusão é muito boa até você descobrir que ela é ela. A expectativa é confortável e boa até você perceber que ela não será alcançada. O prazer em dizer e fazer com que algo tenha um grande valor só é desconfortável quando você percebe que este valor devia não existir. Quando você perceber o valor que tem dado as coisas perceberá o que este valor tem feito. O ideal nem sempre é o real, o valor nem sempre é o exato e eterno.

Comentários

  1. "O valor só é desconfortável quando você percebe que este valor não deveria existir." FATO! O valor pode ferrar com a sua vida como também pode fazer ela melhorar. É sempre complicado saber o que é realmente digno de um valor ou não.

    Adorei o texto. ;)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bem-vindo a Ótica Cotidiana!
Obrigado pela visita e leitura do texto.


Participe deixando a sua opinião, comentário ou questionamento sobre o texto.

NOTAS :

- Não serão tolerados qualquer mensagem contendo conteúdo ofensivo ou de spam.
- Os comentários são de plena responsabilidade dos seus autores, ainda que moderados pela administração do site.
- Os comentários não representam a opinião do autor ou do site.

MAIS DE ÓTICA COTIDIANA